Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tudo passa carago.

E melhor passa se tiver graça.

Tudo passa carago.

E melhor passa se tiver graça.

03.Dez.17

O Verdadeiro Clube da Fruta

Sérgio Ambrósio

A fruta faz muito bem à saúde. É extremamente recomendável que sejam comidas várias peças de fruta durante o dia para se ter uma boa dieta alimentar. Ora, os apelos médicos e o senso comum da fruta ser uma boa fonte de nutrientes, vitaminas e fibras, não convencem os benfiquistas a assumirem que têm uma relação próxima com ela.

 

Há uma contemporânea tendência de os benfiquistas recusarem fruta como quem rejeita uma bela russa, de olhos claros e cabelos de cor de areia que nos diz sermos o tal. Um absurdo, portanto. No entanto, a maior mentira que um benfiquista pode dizer a si próprio é que o Porto é o clube da fruta. Todos os benfiquistas sabem que o Benfica é o verdadeiro clube da fruta. Não o esquecem porque a fruta não provoca esquecimento mas negam-no porque a negação é uma doença proeminentemente benfiquista.

 

Eu compreendo. Mas há factos indesmentíveis que provam a evidência de que o Sport Lisboa e Benfica é o maior embaixador e consumidor de fruta da nossa terra. O caro leitor acompanhe-me. Lembra-se do futebolista Calado, capitão de equipa da turma lisboeta? Pois é, ele está indissociavelmente ligado ao caso Melão. Pedro Proença, presidente da Liga e benfiquista, quando passeava no Centro Comercial Colombo, certo dia, teve a cortês oferta de umas quantas pêras por parte de um sócio da sua agremiação. E o Roberto, o cómico das redes que nos fazia rir até partirmos o côco, lembra-se dele sempre a apanhar morangos na baliza?

 

Quer mais fruta, amigo leitor? É só recordar a ajuda que o partido da laranja deu ao Benfica nos famosos perdões fiscais. Eu não quero ser cansativo mas depois do Maniche ser uma maçã podre, da sede do Vilarinho por sumos de uva, de Mourinho acusar o Sabry de ser manga, de Jesus ser um banana por ter permitido o Porto ser campeão na Luz e etc., do Katsouranis só dar castanhada, do Pedro Guerra ter o cérebro do tamanho de um mirtilo, é preciso muita lata para se dizer que o Benfica não é o clube da fruta.

 

Não fui eu que inventei, é a História que o diz. Aliás, se o Benfica tivesse vencido as duas últimas finais, já tinha aqui material mais do que suficiente para encher duas Taças UEFA, com uma épica salada de frutas.

4 comentários

Comentar post