Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tudo passa carago.

E melhor passa se tiver graça.

Tudo passa carago.

E melhor passa se tiver graça.

10.Out.18

A Mentira

Sérgio Ambrósio

A mentira tem perna curta. Sem ofensa para os mancos, pernetas. Apesar disso, mentimos com quantos dentes temos na boca (e quem tem próteses, vale?). A pior mentira é aquela que contamos a nós mesmos. A minha preferida é que sou o melhor homem que uma mulher pode ter.

 

Há pessoas tão hábeis a mentir que aquela ideia de crescer o nariz a cada mentira era bem útil. Já imaginaram cruzarem-se na rua com pessoas com narizes com centenas de metros? O trânsito automóvel seria uma brincadeira de crianças comparado com esta calamidade de congestionamento circulatório de narizes na via pública.

 

O Cristiano Ronaldo mente. Kathryn Mayorga mente. O Bolsonaro mente. Haddad mente. Os militares mentem. A polícia mente. Ainda bem que todos mentimos senão só os padres, os advogados e os políticos é que iam para o Céu. E aquilo era ambiente para ficar chato.

 

Vivemos na era da mentira, das fake news, num tempo em que até partilhar citações da Clarice Lispector no Facebook pode ser um logro! Mas quem é que desatou a inventar frases da treta e a atribuí-las a escritores famosos?

 

Se a mentira fosse rara, ela estava cotada ao preço do açafrão. Mas é tão abundante que é grátis. A verdade é cara. Tão cara que, por vezes, custa a própria vida, a uns.

 

A mentira é uma forma de compor a vida. Por isso, amamos cinema, literatura, música, séries... Tudo ficção, tudo inventado na raiz da imaginação, tudo mentiras boas. No fundo, a mentira é um consolo.

 

Há quem diga que a vida é uma grande mentira. Então, mentir é cumprir o nosso desígnio no mundo. Porém, eu não! Eu pauto-me sempre pela verdade, nem que para isso tenha de mentir descaradamente.

14 comentários

Comentar post