Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tudo passa carago.

E melhor passa se tiver graça.

Tudo passa carago.

E melhor passa se tiver graça.

13.Out.17

Serial Killer

Sérgio Ambrósio

Corre um curioso fenómeno nas redes sociais, nos últimos dias. Eu vi no Facebook, no YouTube, no Instagram, no Pinterest, no Hi5, no Tinder e no Badoo. Mentira: no Tinder e no Badoo não se passa nada além de uma busca desalmada de sexo por humanos que mais parecem vampiros sequiosos por sangue. Mas o fenómeno que agita os dedos aos internautas é mesmo a despedida ao verão.

 

Toda a gente a dizer “ciao, meu querido”, «vou ter saudades tuas» e eu não sei porquê. Fico atónito com este tipo de declarações. E esta situação irritou-me de tal maneira que eu tive de ir ao Aeroporto Francisco Sá Carneiro. Lá estava ele, o amado verão, carregado de malas, com os seus óculos escuros e uma cara de enorme bazófia. De tal modo que não tive coragem para falar com ele mas fiquei bem atento aos seus movimentos.

 

Na verdade, o verão tem mais cara de bandido do que de gajo bonzinho amigo das pessoas. O verão foi cúmplice em muitos crimes! Bastava pensar nisto para crescer em nós uma repulsa por este sujeito. Francamente, não percebo este carinho e saudade das pessoas pelo verão, quando ele é um lobo enganador vestido com calções e havaianas.

 

Sinto que o verão não devia estar no aeroporto a apanhar o avião que o leve para os próximos países onde vai praticar crimes. Devia, isso sim, estar sob escolta da PSP, GNR, Marinha, Força Aérea, Exército, Guarda Prisional, ASAE, PJ e Bombeiros, para que fosse levado para a cadeia de Custóias.

 

Mais, se estivéssemos na América, eu queria ver esse bandalho na cadeira eléctrica. Mas pronto, é a justiça que temos. Um gajo que ajudou a matar pessoas, que ajudou a queimar florestas, que auxiliou na propagação do cancro de pele, que auxiliou na seca extrema do país, e é vê-lo a ser bajulado e venerado por largas camadas da população portuguesa. É angustiante eu não ter capacidade para entender a tesão que um serial killer provoca nas pessoas. Frustante mesmo. Será que isto também passa, carago?

6 comentários

Comentar post