Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tudo passa carago.

E melhor passa se tiver graça.

Tudo passa carago.

E melhor passa se tiver graça.

28.Nov.18

Bayern 5 - 1 Benfica

Sérgio Ambrósio
O James é bruxo. Adivinhou que o Benfica ia beber 5 cervejas alemãs. E sofrer 5 golos é algo a que o SLB está bem habituado.   Eu sei que o Porto já levou 6 batatas do Bayern, na Alemanha, mas o Porto não tinha treinador, nessa altura. Quer dizer, até tinha, chamava-se Lopetegui. Mas convenhamos que toda a gente que entende de futebol considera que Rui Vitória é muito melhor que o Flopetegui. Eu acho até que o senhor Armindo que manda bitaites no café é melhor treinador do (...)
15.Fev.18

O Pior Dia dos Namorados de Sempre

Sérgio Ambrósio
Aperaltei-me com a minha melhor roupa. Cheguei ao nosso sítio especial e a chuva teimava em chatear-me enquanto esperava pelo meu amor. Ainda aguardei cerca de 40 minutos. O coração batia ansioso. Notei que mais casais chegavam naquele lugar para festejarem o seu dia também. Chegou a hora, o meu amor entrou no relvado e eu fiquei encantado como se fosse a primeira vez.   Não tocaram violinos. Preferimos o hino da Champions League. Como é bonita a música. Dá arrepios, emociona. O (...)
23.Nov.17

10 Razões Para a Má Champions do Benfica

Sérgio Ambrósio
1 - Os jogos do Benfica, na Champions League, não são apitados por árbitros portugueses.   2 - O Dr. Pedro Guerra não tem espiões na UEFA.   3 - O Benfica tem 30 jogadores no plantel mas nenhum deles é guarda-redes.   4 - Não deixam jogar o Gabigol.   5 - Rui Vitória anda a ler mais livros de auto-ajuda do que a analisar como jogam as equipas adversárias.   6 - O melhor jogador do Benfica está emprestado ao Besiktas: Talisca, claro.   7 - Luís Filipe Vieira (...)
18.Out.17

Só Há Derrota Se Esvair-se o Amor

Sérgio Ambrósio
A maior tristeza não é perder. A maior tristeza mesmo é ver deuses vestidos de azul e branco revelarem a sua costela de humanos.   Quando o Porto perde, a matemática do sangue congela. É como se o nosso amor fosse mordido por uma cobra venenosa e que só o beijo no emblema repelisse o líquido maléfico e devolvesse a normalidade ao corpo.   Quando o Porto perde, há um olá que é sepultado. A vida entra em incoerência. O futebol contradiz-se. A vida é uma natureza morta. (...)