Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tudo passa carago.

E melhor passa se tiver graça.

Tudo passa carago.

E melhor passa se tiver graça.

19.Nov.18

Solene Irritação

Sérgio Ambrósio
Irra para as moscas. Eu julgo que até o IRA – Intervenção e Resgate Animal – deve ter asco às moscas. Devem salvar e interessar-se por todos os animais e mais alguns mas moscas népia.   Quando inventaram o mundo gostava de perceber para que criaram as moscas. Bicho mais irritante, badalhoco e chato não conheço. Pior do que moscas só aquelas pessoas que dizem que queriam ser uma mosca para ouvir as conversas alheias.   O gajo que criou as moscas (Deus, foste Tu?) só (...)
30.Out.18

A Moda do Pisca Pisca

Sérgio Ambrósio
Bons tempos, esses, em que a Ruth Marlene cantarolava o seu êxito musical e em que os condutores tinham conhecimento de um determinado dispositivo nos seus carros: os piscas. Saudades!   Pouca coisa me irrita tão solenemente do que malta que conduz a sua viatura e não sinaliza para onde vai. Condutores de bom senso, como eu, não pedem nada assim tão transcendente – é mexer um dedinho e puf, já sabemos se aquela alminha vai para a direita ou para a esquerda porque a devida (...)
26.Jan.18

25 Perguntas Aleatórias

Sérgio Ambrósio
1 – “Sais de Casa sem?” Primeiro, a pessoa que inventou esta frase não concluiu a 4.ª classe. É quase preciso ir para a Universidade para se compreender o que esta frase realmente significa. Segundo, vou arriscar que pressupõe que é algo que eu não deixo em casa. Muito bem, eu não saio de casa sem a minha cabeça. Dá-me jeito tê-la sempre comigo, é verdade. Nem que seja para enfeitar. Não enfeita muito porque sou pouco giro, mas dá sempre uma compostura ao corpo. No dia (...)
24.Jan.18

Pessoas Que Não Respondem A E-Mails

Sérgio Ambrósio
Tudo o que eu queria nesta vida era ser milionário, ter um lince ibérico de estimação, comer todos os dias francesinhas e que as pessoas respondessem aos meus e-mails. É que não pedia mais nada, meu.   Pessoas que têm e-mail e não respondem a e-mails, vocês deviam ser presos pela polícia da internet e ficarem sem acesso a ela até à eternidade. Vocês deviam apanhar uma diarreia tal que não houvesse tampo de sanita algum, no mundo, que fizesse o obséquio de se erguer para (...)